É carnavaU, então pega no meu pau.

Se carnaval é bunda e peito também é pau.

Carnaval é isso uai, né não? Pelo menos é o que ensina “na tela da TV no meio desse povo…”.

Tem uma velha máxima que diz que o ano no Brasil só começa depois do carnaval… bom, o meu está começando “durante”. Quando eu digo durante é porque o carnaval aqui já começou há uma semana (imagina na Bahia) e cá estou mandando um texto novo (de ano novo). A verdade é que a volta (do blog) é reflexo da intensificação de atividades (alguns vão rir, eu sei, mas coisas grandes estão por vir) e não da marca carnavalesca do começo do ano.

Mas enfim…

Largando o meu carnavau e voltando a falar do carnaval em geral, que parece ser o único foco brasileiro do momento, algumas coisas que sempre pensei sobre esse feriado me vieram à cabeça e se juntaram com coisas novas.

A conclusão unânime de todas essas coisas é:

Eu odeio o carnaval!

Odeio do fundo da minha alma. Odeio do Íntimo do que está mais fundo no mais interno do cerne, do imo do âmago do meu ser. (acho que deu pra entender)

Deixa explicar um “pouquim” pra não ficar parecendo que eu sou chato (ou tão chato).

No carnaval pode tudo, a mais santa vira puta e o mais corretinho vira comedor e ta tudo certo. Quer fazer sexo grupal? Pode, carnaval.;  Quer comer a vizinha no quintal? Vai La, é carnaval.; Quer fazer sexo com animal? Sem problemas, é carnaval.; Quer comer sua sobrinha que não tem idade legal? Relaxa amigo, é carnaval. Passado o feriado ninguém lembra não pega mal. (tipo twilight zone)

Outubro e novembro são os meses com maior taxa de natalidade do ano, são os famosos filhos do carnaval. (DST deve proliferar igual gripe)

Aqui em Minas tem o tal de “vou pra Diamantina”. O que diabos uma pessoa procura em uma cidade onde os homens agarram as mulheres a força, não da pra tomar banho porque a água acaba, a cidade fede a mijo, toca axé o dia inteiro, você não consegue dormir por causa do barulho e qualquer pessoa que você ficar já vai ter ficado com outras 30 (no dia)? Às vezes eu digo que em alguns momentos eu queria ser burro pra aceitar a vida fica mais fácil. Mas burro desse tanto não dá.

E por ultimo (os motivos não acabaram, mas a paciência sim), vou salientar algo que eu acho no mínimo um pouquinho relevante sobre esse delicioso feriado; o carnaval é o feriado com o maior número de mortes nas estradas no ano (macaquice das boas).

Um ótimo carnaval pra todos, pra frente Brasil, mantenham-se vivos.

P.S.:  Um aviso, disseram que só não vai atrás do trio elétrico quem já morreu. Cuidado! No sul de Minas morreram quinzes pessoas exatamente atrás dele.

P.S. 2 (não é Playstation 2): Usem camisinha e não usem serpentina.

P.S. 3 (não é Playstation 3): Se você achou o texto chato e achou que eu reclamei demais… pois é, eu voltei.

Fiquem aí com dois clássicos da MPB, Caetano Veloso – Atrás do Trio Elétrico e o samba enredo da Unidos do Caralho a Quatro escrito por Hermes e Renato e o grande Marcos Fuinha.

http://www.radio.uol.com.br/musica/caetano-veloso/atras-do-trio-eletrico/174890?cmpid=clink-rad-ms

Anúncios
Explore posts in the same categories: Com Categoria.

2 Comentários em “É carnavaU, então pega no meu pau.”

  1. Caê Says:

    amo feriado….
    carnaval é um mega feriado….

    logo, amo carnaval…. q os outros morram afogados na cachoeiras, em acidentes de transito..ou peguem aids em diamantina…..vou fica uma semana morgando com todo prazer do mundo…e foda-se o resto


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: